Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estou só a dizer coisas ...

um espaço para a reflexão e partilha ...

Estou só a dizer coisas ...

um espaço para a reflexão e partilha ...

Uns pozinhos de paciência extra precisa-se

Tri, 30.10.20

Estou com um grave dilema no meu condomínio: ou vivo com phones nos ouvidos para não os ouvir ou tenho que cortar línguas alheias?! Nenhuma das opções me agrada…

Acontece que estamos com alguns problemas de infiltrações, humidades e afins. Ninguém gosta, óbvio!

Tal situação provocou inclusive dano total do chão da minha sala, prontamente acionei o meu seguro que após inspeção verificou que o terraço está mal feito, mal impermeabilizado, logo “mete água” (literalmente entenda-se), ou seja, culpa imputada ao condomínio por se tratar de uma área comum.

Estamos a falar de um condomínio pequeno, meia dúzia de casas e demasiadas chatices para tão poucas pessoas.

Após Assembleia em 2019 foi aprovada a dita obra (arranjar o meu terraço), sendo que eu me prontifiquei para arcar com as despesas de reparação da minha sala.

Ora sucede que a dita obra foi terminada agora em Outubro, mas não resolveu todos os problemas. Os vizinhos debaixo continuam com infiltrações em suas casas.

“E que culpa tens tu disso?”, perguntam vocês. (vá perguntem, para não ficar a falar sozinha)

Pois nenhuma, mas parece que o facto de a obra ter sido executada, e bem, e ter resolvido um dos vários problemas do condomínio incomoda muita gente. (é como o elefante…se um elefante incomoda muita gente, dois elefantes…vocês sabem a música)

obras.PNG

Então agora tenho 8 chamadas por dia para me chatearem a cabeça literalmente (e eu não atendo porque pasmem-se: tenho que trabalhar) e para exigir que os senhores das obras voltem para analisarem porque afinal não resolveram os problemas todos.

Agora a pergunta do joker: e se ponderarem, por um breve momento, que as infiltrações possam vir de outro lado e não do terraço (que está novo e bem feito) então aí podem deixar de me chatear.

E vocês, agora a ler isto, refletem sobre o seguinte: se calhar ela é a administradora do condomínio daí ligarem-lhe a insurgirem-se. (refletiram sobre isso, não foi?)

Pois, aí reside o cerne da questão não sou nem nunca fui administradora do condomínio. Considero que somos todos responsáveis pelas zonas comuns, são de todos e todos temos o dever por zelar pelas mesmas.

Mais, incomoda-me o estado das casas dos meus vizinhos e quero, efetivamente ver o assunto resolvido.

MAS, nem sou técnica especialista da área, logo não vou resolver, nem tenho nenhum consultório para ouvir todos os desabafos alheios diariamente.

Haja paciência!

E se algum de vocês souber onde isso se vende, agradeço a dica.

4 comentários

Comentar post