Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estou só a dizer coisas ...

um espaço para a reflexão e partilha ...

um espaço para a reflexão e partilha ...

Estou só a dizer coisas ...

27
Abr17

ser mais profundo

publicado por Tri

medita.png

Há um défice de pensamento crítico na nossa sociedade atual. Défice este que pode trazer por vezes, algumas consequências negativas e mal-estar na vida porque transmite uma certa ideia de preenchimento e autossuficiência que, no enanto, é vazia.

As pessoas ajuízam muito, mas sem refletir, dão opiniões! E por vezes opiniões baseadas em opiniões e críticas alheias, não param para refletir e induzir da sua própria cabeça.

 

Creio que a vida é vivida muito superficialmente, não é sentida, não é interiorizada; é vivida na emoção, no emotivismo do momento deixando a inquietação e o vazio interior.

 

As pessoas sentem essa inquietação porque não encontram espaços para a reflexão, espaços na correria da vida para trabalharem o seu interior, para se conhecer, para pararem, para refletirem, no entanto, acreditam que sim que refletem e que têm espaços. Isto porque o mundo oferece muitas fugas enganadoras que as pessoas aproveitam sem tirar usufruto das mesmas: spas maravilhosos, férias aqui e acolá, uma agenda cultural muito preenchida, toda uma super ocupação que é de facto enganadora.

E dessa forma as pessoas cansam-se rapidamente do trabalho, dos amigos, da família, da vida social, das férias paradisíacas ou das idas aos spa’s maravilhosos, porque simplesmente falta algo mais.

 

O problema de fundo é exatamente viver a vida com um sentido, ter metas e perspetivas de realização, é sentir e refletir e não andar a fugir dos problemas. São necessários momentos de contemplação, de tudo o que nos rodeia e que na verdade é o que necessitamos para sermos felizes.

 

São necessários momentos de encontro connosco próprios, não no sentido de fuga ou refúgio, mas sim para um encontro consigo e com a realidade tal qual ela é, e onde seja possível pensar, pensar a vida, pensar criticamente, refletir olhando a realidade.

Se nos ficarmos pela superfície, deixamos passar a vida, não temos profundidade e o amar e ser amados, fulcral para nossa vida, pode-se esvair rapidamente.