Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estou só a dizer coisas ...

um espaço para a reflexão e partilha ...

um espaço para a reflexão e partilha ...

Estou só a dizer coisas ...

30
Nov17

coisas que não percebo #1

publicado por Tri

ou por outras palavras: porque nunca hei-de ser um fashion blogger.

 

De facto há modas que não percebo, que me custa mesmo a entender, de tal forma que nunca adiro.

(por outras palavras há quem me considere uma pessoa demasiado normal, sem estilo vá...)

Enfim, sem desconsideração por quem gosta e adere (tipo a minha irmã), vou deixar por aqui as coisas mais caricatas e insólitas a que vou assistindo.

chinelo pelo.jpg

 

chinelo.JPG

 

Mas porquê? Porque usar os "chinelos de quarto" na rua?!

 

29
Nov17

as prendas de Natal

publicado por Tri

O Natal é das alturas do ano que mais gosto!

Adoro fazer a árvore de natal, enfeitar a casa, andar pelas cidades e ver “as luzinhas”, adoro o cheirinho a canela, adoro as lambarices todas próprias desta altura, adoro o convívio e o amor no ar (que não deveria ser exclusivo desta altura), adoro pensar nos miminhos certos para cada pessoa e comprar ou fazer o que puder.

 

Como pseudo-minimalista que sou (ainda estou em processo de ‘desmame’ consumista vá) não gosto de fugir à questão das prendas, no entanto, não gosto de dar ‘tralha’ a ninguém. É algo que, de facto, me incomoda e que nunca faço, não sou nada tolerante a ter que comprar tralha, bibelôs ou uma qualquer prenda ‘só porque sim’.

As prendas têm que fazer sentido para a pessoa a quem vou dar e eu gosto de refletir sobre isso, com tempo, sobre os gostos da pessoa e sobre o que faria sentido.

 

O que também gosto sempre de fazer (começo normalmente em outubro) é alguns miminhos caseiros e prendas personalizadas.

 

Caso ainda dê jeito, e ainda tenham tempo livre (vêm aí feriadoooos), deixo-vos aqui algumas ideias de prendas que tenho feito nos últimos anos.

  1. Mini cabaz de Natal com produtos caseiros

Consoante os produtos biológicos que tenha nesse ano, os meus cabazes incluem coisas como: compotas variadas, azeite temperado, massa de pimentão, sal aromatizado e licores

cabaz.jpg

  1. Gift in Jar

Aderi à dois anos a esta moda e correu super bem. Basicamente, consiste em oferecer uma receita de bolo/biscoitos a alguém conjuntamente com os ingredientes. Os ingredientes secos dispõem-se num frasco, por camadas, fazendo um efeito muito giro, junta-se a isto a receita que deverá incluir os ingredientes húmidos a adicionar.

gift in jar.jpg

gift jar.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. Bijuteria personalizada

Já faço à muitos anos, para mim própria e para oferecer, depois de ter feito algumas formação técnicas na área. Faço sempre conforme o gosto da pessoa a quem vou dar, usando as cores que sei que usa mais frequentemente.

 

  1. Agendas e blocos personalizados

Compro os blocos muito básicos e baratos, com capa lisa e depois faço uma capa de em tecido, bem colorido, para dar um novo ar ao bloco e versão única.

19969012_voi8p.jpeg

bloco.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. Marcadores de livros

Algo bastante útil e que pode ser muito personalizado (e são sempre mais giros que os de papel que nos são oferecidos aquando da compra do livro). Os marcadores faço de diversos materiais, conforme o que tenha na ‘arrecadação’ nesse ano.

Simples-marcador.jpg

 marcador-pagina-coracao4.jpg

 

 

 

 

 

 

  1. Cachecóis/lenços

Não sei fazer chochet nem malha pelo que quando opto por fazer lenços, são sempre de aproveitamentos. Ou são trabalhados a partir de novelos de trapilho ou reaproveitando uma camisola antiga que tenha cores bonitas e vibrantes.

multi-scarf.jpg

 
Em qualquer uma das opções, gosto de personalizar as embalagens/embrulhos em vez de comprar os típicos saquinhos de natal (que na falta de tempo, são ótimos e há bastantes muitíssimo giros).

 

No caso dos cabazes, aproveito caixas de sapatos que tenha e forro-as com um papel giro, ganham uma nova vida e os frasquinhos vão bem mais seguros dentro delas.

embrulhos-de-natal.jpeg

embrulho4.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

embrulho.jpg

Ainda que sejam todas ideias que executo regularmente, as fotos não são de minha autoria: todas as imagens foram retiradas da internet. 

28
Nov17

isto há cada um ...

publicado por Tri

parking.jpg

Eu sei claramente que não me acontece só a mim, mas chateia …

 

Pessoas estacionarem (mal) em frente ao meu carro que está bem estacionado (no devido lugar para o efeito, vá).

Pessoas estacionarem em frente ao meu carro que está bem estacionado e ficarem dentro do carro.

Pessoas estacionarem em frente ao meu carro que está bem estacionado, ficarem dentro do carro e verem-me a abrir o meu e a entrar e não se mexerem.

Pessoas estacionarem em frente ao meu carro que está bem estacionado, ficarem dentro do carro e verem-me a abrir o meu e a entrar…e ainda tenho que apitar para alertar e com maior das latas me perguntam:

 

“Quer sair?!”

“Não! Claro que não, vim só para ficar a olhar para si!”

 

(ainda assim, é melhor que as pessoas que deixam o carro, vão para longe e voltam 3h depois … é que não há buzinadela que safe)

22
Nov17

funny stuff

publicado por Tri

Adoro estes pequenos amarelitos ...o meu senão agora é: as crianças á minha volta estarem a crescer e acharem que já não são filmes para se ver no cinema (e lá ficou eu sem companhia) porque elas são grandes (duh!)

mini humor.jpg

 

minion-quotes-01.jpg

 

minion-quotes-05.jpg

 

minion-quotes-06.jpg

 

minion-quotes-09.jpg

 

minion-quotes-10.jpg

 

minion-quotes-11.jpg

 

minion-quotes-12.jpg

 

minion-quotes-13.jpg

 E cá estou eu com cara de parva a rir-me sozinha para o computador

21
Nov17

o amor

publicado por Tri

images.jpg

O Amor é algo curioso. É-nos natural, mas precisamos que nos expliquem como. Apanha-te sem estares à espera. Chega devagar para te provar que reside nas pequenas coisas, nos pormenores. O amor é muito como aprender a andar. Precisamos de confiar na pessoa, agarrar a mão e dar um passo em conjunto. Precisamos de ter coragem para pôr um pé à frente do outro. O Amor observa-te, sem desviar o olhar, para que percebas que chegou, chegou para ficar e que já não há volta a dar. O Amor simples, doce, alegre para celebrares a vida com quem te rodeia, com a pessoa que amas.

Pág. 1/2